Mudanças nas taxas moderadoras

As taxas moderadoras passam, a partir de 1 de junho, a ser pagas apenas nos serviços de urgência quando o doente não vai referenciado pelo Serviço Nacional de Saúde ou quando não resulte internamento.