Mohamed Salah: do Egipto ao estrelato em Liverpool

O Egipto, a sua aldeia, estavam sempre nos pensamentos de Mohamed Salah, uma das estrelas do Liverpool de Kloop que está a destruir a Premier League, nos últimos anos. Salah não esquece as suas origens e oferece um ponto de reflexão a todo o mundo muçulmano.
Fonte: recepcaoorientada.pt
“Fiz grandes sacrifícios para construir a minha carreira a partir de uma pequena aldeia. Para ir ao Cairo jogar, levava 4 horas e meia. Ser o primeiro egípcio a ganhar a liga dos campeões para mim tem um significado incrível. Lembro-me quando vim jogar para a Suíça, não estava sereno, tive tantos problemas no início por causa da língua, de uma cultura diferente, as pessoas esperavam muito de mim “.
“É necessária uma grande mudança na forma como as mulheres são tratadas na nossa cultura. Não há alternativa. Merecem muito mais do que aquilo que lhes damos hoje. Não é uma ideia é uma escolha a fazer “.
Uma vida dedicada à sua aldeia, muitas vezes dá doações importantes. A última para ajudar os habitantes a comprar instalações para cultivar.
Ontem, frente ao Everton, chegou aos 100 golos com a camisola do Liverpool.
Mais um marco histórico numa brilhante carreira.