Diáspora portuguesa poderá votar eletronicamente nas legislativas de 2023

Os eleitores portugueses que vivem fora de Portugal poderão votar electronicamente nas legislativas de 2023, disse este sábado a secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

Fonte: diasporalusa.pt

A governante esteve em Paris para participar na conferência Portugal Positivo, organizada pelo grupo de comunicação social Bom Dia. Elencando as principais inovações que gostaria de deixar para a consolidação da política portuguesa para as comunidades, Berta Nunes colocou o voto eletrónico como uma das maiores apostas do seu mandato. “A participação eleitoral precisa que todos os cidadãos votem”, defendeu.

Será realizado um teste-piloto no início de 2022 nas eleições para o Conselho das Comunidades. “Se este teste correr bem e mostrar que é possível, que é confiável, que as pessoas aderem e que não se colocam problemas de segurança, podemos esperar alargar este teste e poder até a vir a utilizá-lo [o voto electrónico] nas legislativas”, referiu Berta Nunes.

Para essa data haverá ainda uma campanha de comunicação alargada, de forma captar a atenção e interesse de todos os emigrantes no mundo que queiram participar neste escrutínio e que o possam fazer a partir de casa.

Ao contrário de quem vota em Portugal, Berta Nunes lembra que muitos emigrantes têm de percorrer muitos quilómetros para votar, tendo mesmo nalguns casos de fazer ligações aéreas. O voto postal está também “a ser aperfeiçoado”, adiantou a secretária de estado.