Citroën C5 Aircross chega no final do ano

Depois da estreia no mercado chinês, o novo SUV topo de gama da Citroën chegará à Europa até ao fim de 2018, com tudo para brilhar no seu segmento.

Fonte: kbb.pt

Se o segmento dos SUV é um verdadeiro fenómeno internacional que representa já um quarto das vendas mundiais de automóveis, marcas de volume como a Citroën não podem, obviamente, olhar para o lado. Comprova-o a chegada do C5 Aircross, que já está em comercialização na China e é a nova aposta da marca francesa para a competitiva categoria do Nissan Qashqai e cia.. Trunfos? Quando já é difícil marcar a diferença em território tão densamente povoado, eis que o mais irreverente emblema francês surpreende. Desde logo, na imagem.
Baseado na plataforma modular EMP2 do Grupo PSA, partilhada com o Peugeot 3008 e 5008 e o Opel GrandlandX, o C5 Aircross mede 4,50 metros de comprimento e destaca-se por permitir uma vasta personalização, com até 30 combinações entre as sete cores de carroçaria, além das famosas aplicações e quatro conjuntos de jantes de liga leve de desenho exclusivo para o novo SUV. Dificilmente haverá dois C5 Aircross iguais, por fora e por dentro.

Habitáculo moderno, modular e espaçoso

A imagem moderna da sofisticada carroçaria do C5 Aircross tem total correspondência no interior, bem como a receita de personalização, podendo combinar-se a partir de uma vasta lista de revestimentos, painéis e acabamentos. No painel de instrumentos, destaque para o ecrã digital TFT de 12,3’’ e ao centro do tablier posiciona-se um ecrã tátil de 8’’. Os bancos dianteiros podem dispor, além de aquecimento, de um sistema de massagem com cinco programas.
Já os bancos da segunda fila (três, individuais) podem mover-se sobre calhas com 15 cm, para privilegiar o espaço para as pernas ou a capacidade da mala. Esta tem volumetria de 580 litros com a chapeleira colocada e a segunda fila de bancos em posição normal, e até 1630 litros com os bancos da 2.ª fila rebatidos. Para aceder mais facilmente àquele espaço, o C5 Aircross dispõe de portão traseiro com acionamento elétrico e sistema mãos livres, bastando passar o pé sob o para-choques para ordenar a abertura automática. Ainda no interior, os bancos dianteiros Advanced Comfort foram concebidos com uma espuma estruturada e de maior espessura, associada a uma mousse de elevada densidade, integrada no interior dos assentos, para promover níveis de conforto mais elevados.

Por falar em conforto…

Uma das grandes novidades, disponível em todas as versões do novo SUV, é a suspensão com batente hidráulico progressivo, que a Citroën estreou na Europa no novo C4 Cactus. A tecnologia é simples: nas suspensões tradicionais, existem amortecedor, mola e batente/limitador mecânico. Aqui, existem dois batentes/limitadores hidráulicos, de ambos os lados, um de expansão, outro de compressão, que atuam em função das necessidades. Com tal recurso técnico, segundo a Citroën, o comportamento do carro aproxima-se do de um… tapete voador.

Versão híbrida apenas em 2019

O C5 Aircross irá estar disponível em Portugal com uma gama de motores Euro 6.2 e caixas manuais de 6 velocidades (CVM6) ou automática de 8 relações (EAT8). Duas versões a gasolina, 1.2 Puretech de 130 cv com CVM6 e 1.6 Puretech de 180 cv com EAT8, e três Diesel: 1.5 BlueHDi de 130 cv CVM6 ou EAT8 e 2.0 BlueHDi de 180 cv EAT8. No final de 2019, este SUV será o primeiro Citroën com motor híbrido “plug-in“, anunciando autonomia de até 60 km em modo 100% elétrico. O sistema produz 300 cv, associando a mecânica a gasolina a dois motores elétricos alimentados por baterias de iões de lítio de 13 kWh.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.